Vera Lúcia nega crise por escolha de samba: ‘O Império preza pela democracia e eu fui derrotada”

Pegou muito mal a declaração da presidente Vera Lúcia Correa antes do anúncio do samba campeão do Império Serrano. Na final do último sábado (7), ela subiu ao palco para dizer que não havia concordado com o resultado e, por isso, estava deixando o evento. Na tarde desta quarta-feira (11), a dirigente emitiu uma nota onde nega crise interna na verde e branco e ressalta que a escola preza pela democracia.
“Não tivemos desentendimentos na escolha do samba, foi uma votação democrática, porém fui derrotada (voto vencido). Fiquei sim muito chateada e decepcionada com o resultado, acreditava que o samba em qual votei seria o melhor para a escola. Em outra situação, um presidente iria exercer o poder e decidir sozinho. Porém, o Império Serrano preza pela democracia e eu fui derrotada, no voto”, disse Vera.

A final de samba ainda se tornou pior, pois, após o resultado, uma briga generalizada entre torcedores tomou conta da quadra e mostrou que o clima na agremiação não estava nada bom. A escola lamentou o ocorrido e resolveu não se pronunciar.
Outra situação confusa foi o fato de que Vera, ao dizer que deixaria a quadra do Império antes do anúncio do samba vencedor, usou a expressão “estou me retirando da escola”, o que deu a entender que ela estava renunciando ao cargo.
Nos últimos dias, circulou em redes sociais áudios onde afirmavam que a presidente teria sofrido ameaças, intimidações e constrangimentos por conta do processo de decisão do hino para o Carnaval 2020. Nos bastidores, também se comentou de que membros da direção deixariam a escola, como o vice-presidente Paulo Elias e o diretor de Carnaval Zé Luis Escafura.
Vera esclareceu a situação: “Quero aqui deixar claro que na minha administração temos a participação de todos e nenhuma decisão é tomada sem que haja uma discussão saudável sobre o tema e não foi diferente dessa vez. O nosso diretor de Carnaval Zé Luis Escafura jamais faltou com o respeito e usou de intimidações comigo, quem me conhece sabe que eu jamais permitiria”.
Confira o pronunciamento da presidente do Império Serrano na íntegra:

À Comunidade.

Circula nas redes sociais e aplicativos de mensagens vídeos e áudios que afirmam que a Presidente Vera Lucia Correa teria sofrido ameaças, intimidações e constrangimentos na escola do samba de enredo do Império Serrano e, cumpre esclarecermos que nada do que é dito tem o mínimo de veracidade. Vejamos as palavras da Presidente:

“Não tivemos desentendimentos na escolha do samba, foi uma votação democrática, porém fui derrotada (voto vencido). Fiquei sim muito chateada e decepcionada com o resultado, acreditava que o samba em qual votei seria o melhor para a escola. Em outra situação, um Presidente iria exercer o poder e decidir sozinho. Porém o Império Serrano preza pela democracia e eu fui derrotada, no voto. Não sofri constrangimento e muito menos ameaças, a escolha foi técnica e justa. Peço, inclusive, desculpas por ter me expressado mal naquele momento. Sei que dei motivos para várias interpretações diferentes e isso pode ter causado um constrangimento desnecessário para nossos diretores e compositores. Mas quero aqui deixar claro que na minha administração temos a participação de todos e nenhuma decisão é tomada sem que haja uma discussão saudável sobre o tema e não foi diferente dessa vez. O nosso Diretor de Carnaval Zé Luis Escafura jamais faltou com o respeito e usou de intimidações comigo, quem me conhece sabe que eu jamais permitiria. Volto a dizer, a escolha foi no voto, na democracia e, eu perdi. Caso contrário, eu poderia ter sido autoritária e ter decidido sozinha. Mas não é assim que se forma uma equipe e eu sempre dei a autonomia a cada setor da escola. Votaram, para a escolha do samba, Representantes de diversos setores da escola, incluindo alguns segmentos, todos participaram da apuração. Todos sabem que não houve nenhuma desavença moral ou física contra mim ou a qualquer outro membro da equipe.

Peço a todos que parem de divulgar coisas que não se tem conhecimento, venham participar da escola. Vamos fazer um carnaval cheio de dificuldades, mas seremos dignos.” – Vera Lucia Correa, Presidente do Conselho Diretor do Império Serrano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *